Análise e Supressão de Incêndios Florestais

 

A GIFF forneceu no período de 2009 a 2010, serviços de apoio técnico especializado de análise de incêndios florestais e de execução operacional de técnicas de supressão activa com recurso a fogo. Os quadros técnicos da empresa, credenciados pela Autoridade Florestal Nacional em fogo de supressão, possuem experiência prática comprovada na análise e supressão de incêndios florestais, integrando as equipas do Grupo de Análise e Uso do Fogo (GAUF) desde a sua criação no ano de 2006.

Os técnicos GAUF auxiliaram (período de 2006 a 2010) o dispositivo operacional na supressão de 328 incêndios florestais, trabalhando integrados no dispositivo operacional de combate a incêndios florestais, sob a coordenação da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

 

A informação base sobre o GAUF e programa de Monitorização Aérea Florestal (MAF) encontra-se disponível para download (manual GAUF2010).

 

Análise e planeamento operacional. Análise e avaliação do perímetro e comportamento do incêndio com a identificação de oportunidades de trabalho para equipas de supressão. Informação transmitida ao Comandante das Operações de Socorro (COS), em conjunto com o perímetro do incêndio em carta militar, juntamente com proposta de estratégia e tipo de supressão adequada a cada sector.

Imagem 1. Cabeça do incêndio em propagação livre, em combustível arbustivo composto por Ulex sp.

 

Execução de manobras de fogo de supressão. A identificação da oportunidade para a utilização do fogo de supressão, o planeamento dos meios e procedimentos necessários, os resultados e riscos esperados são comunicados ao Comandante das Operações de Socorro (COS), que decide a sua utilização e actua em conformidade.

 

 

Imagem 2. Manobra de fogo táctico                                                 Imagem 3. Manobra de contra-fogo

 

A legislação específica que define as normas técnicas e funcionais para utilização de fogo de supressão estão definidas no Regulamento do Fogo Técnico (Despacho n.º 14031/2009, de 22 de Junho). Este regulamento, define ainda os pressupostos da credenciação das pessoas habilitadas a planear e a executar fogo controlado e fogo de supressão, tendo sido aprovado por despacho do Presidente da Autoridade Florestal Nacional, a 15 de Maio de 2009.

 

Documentos para download

 

- Regulamento do Fogo Técnico (Despacho n.º14031/2009, de 22 de Junho)

- Referência elogiosa do Sr. Presidente da ANPC (2009) ao Coordenador Nacional do GAUF

- Montiel, C., Kraus D. 2010. Best Practices of Fire Use – Prescribed Burning and Suppression Fire Programmes in Selected Case-Study Regions in Europe. European Forest Institute Research Report 24, 2010. 170 p.

 

Para informações adicionais contactar Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar