Análise de Risco e Orientação de Investimento Florestais


O sucesso dos investimentos florestais está fortemente associado ao período de retorno do fogo na paisagem, e às opções de gestão dos povoamentos.

 

A análise de risco e orientação de investimentos florestais consiste em associar o conhecimento prático de comportamento do fogo e supressão de incêndios dos técnicos da empresa, com a defensibilidade das propriedades face ao risco existente de incêndio potencial. Os clientes, possuem assim informação técnica fundamentada que lhes permite orientar os investimentos florestais para locais onde a autoprotecção é possível sem comprometer o rendimento futuro.

 

O processo de análise prévia e propostas de gestão, consiste em:

 

(i) análise das características orográficas, histórico de incêndios, e identificação de pontos críticos de abertura de incêndio;

(ii) simulação, avaliação e análise das características do comportamento de fogo (velocidade de propagação, comprimento de chama, intensidade linear) para as propriedades;

(iii) delineamento de faixas estratégicas de gestão de combustíveis (FEGC);

(iv) delineamento de rede viária fundamental para apoio à supressão de incêndios florestais (RVFF);

(v) localização estratégica de pontos de água (PA);

(iv) orientações para o gestor florestal adequar a gestão silvícola e tratamento de combustíveis, ao potencial de fogo existente nas propriedades.

 

Informação detalhada sobre o processo de avaliação de risco será disponibilizada brevemente.

Para informações adicionais contactar Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

"Serviços de aconselhamento técnico para optimização de investimentos florestais sustentáveis"

Proporcionar às empresas e proprietários florestais um serviço técnico especializado na área da optimização dos investimentos, na localização, instalação e manutenção de povoamentos florestais, com vista à melhoria do seu desempenho.

O apoio técnico incide em várias fases dos ciclos dos investimentos florestais, tendo como objectivos principais a orientação e adequação dos investimentos florestais na instalação e manutenção, planeados e orientados para a sustentabilidade das acções, racionalidade e eficiência dos investimentos, fomento da diversidade e da qualidade da oferta e potencialidades de mitigação dos riscos naturais (agentes bióticos e abióticos).

A metodologia estabelecida permitirá, através do tratamento, cruzamento e análise especializada de informação variada, (condições topográficas, edáficas. climáticas. instrumentos de ordenamento existentes, do histórico da ocupação do solo e de utilização do território e dos impactos e ameaças de factores bióticos e abióticos), identificar os locais prioritários e as intervenções a promover de forma a atingir os objectivos definidos.

O acompanhamento e validação das propostas técnicas no terreno permitirão a verificação da sua mais valia técnica e financeira, do seu ajustamento à realidade e a evolução permanente da metodologia utilizada para integração em acções trabalhos sub-sequentes.

PRODER - Acção 4.3.2 - Serviços de Apoio às Empresas. PA 27702.